Padre Martinho

Martín Ángel Rodríguez Miguel (Martinho)

Padre MartinhoO padre Martinho nasceu em 11 de novembro de 1956, na Espanha. Num pequeno lugarejo da cidade (província) de Burgos, que pertence à Região de Castilla – León. É o filho do meio de Ángel e Manuela, agricultores da roça, onde Martinho viveu suas raízes humildes do povo.

De menino, aos 10 anos, como era costume naquela época, foi para o Seminário Menor na cidade de Burgos, onde já estava seu irmão, que também é padre. Lá estudou o equivalente à formação básica, colegial, filosofia e teologia e se formou como mestre em teologia espiritual. Ordenou-se padre no ano 1982. E até 1987 foi padre de 5 pequenas paróquias simultaneamente do mundo rural da diocese de Burgos.

Desde jovem, como estudante de teologia foi nascendo nele a vocação missionária, em contato com realidades mais carentes, e devido à influência da diocese que tem mais de 1.000 missionários (as) espalhados pelos quatro continentes. Com isso, Martinho entra em contato com o Instituto Espanhol de Missões Estrangeiras (Instituto para padres diocesanos que querem viver sua vocação missionária) e com a mediação do Instituto missionário para padres diocesano chega ao Brasil em Janeiro de 1987.

Já no Brasil, a primeira Paróquia onde esteve trabalhando foi em Mauá, a São Pedro Apóstolo, Diocese de Santo  André. Nesta Paróquia ficou 8 anos, até o ano 1994. Desses anos, quatro esteve trabalhando junto com o Padre Ângelo. A Paróquia tinha mais de 10 Comunidades, e mais tarde se dividiria em duas Paróquias.

No final do ano 1994 foi chamado para fazer um trabalho de formação e animação missionária nos seminários diocesanos e com os padres jovens das dioceses espanholas, com o Instituto missionário ao que pertence. Ficando neste trabalho por 3 anos.

Em 1997 volta de novo ao Brasil, e desta vez na Arquidiocese de São Paulo, na Região Belém, Paróquia São Mateus. Uma Paróquia também com 14 Comunidades, onde as CEB’s têm um impulso muito forte. Trabalhou em Equipe com mais 3 padres até o ano 2004,quando retorna para a Espanha um ano e meio sabático, para retomar contato com sua Diocese na Espanha Burgos e acompanhar a seus pais já com mais de 80 anos.

No ano 2006 retorna de novo para Brasil, na Diocese de Santo André, onde Dom Nelson lhe confia, em conjunto com o Padre Ângelo, os cuidados pastorais e a administração da Paróquia São Jorge.